Home
 
(clique em cima para ver mais)
Eventos
Newsletter
   
 |
Acompanhe-nos no Facebook Acompanhe-nos no Youtube Acompanhe-nos no Twitter
Psicologia Clínica e da Saúde
Psicologia Clínica e da Saúde
 
“A vida feliz consiste na tranquilidade da mente.” - Cícero
 
A Psicologia é eficaz no tratamento de diversas perturbações, nomeadamente depressão, ansiedade e stress, que são as mais frequentes actualmente e que, conscientemente ou não, interferem não só na nossa saúde mental mas, também, na nossa saúde física.

As abordagens que utilizamos são, principalmente, a Terapia Cognitivo Comportamental e a Terapia Focada nas Emoções com apoio, sempre que necessário, em ferramentas como a Programação Neurolinguística, Coaching, Hipnose, técnicas de relaxamento, entre outras.

Em todos os casos, o objectivo é promover a mudança de forma a que a pessoa se sinta bem consigo própria e, por isso mesmo, bem com o mundo à sua volta. Intervimos nos seguintes casos:

- Crises pessoais e/ou familiaresPsicologia Clínica e da Saúde

- Conflitos interpessoais

  • Isolamento
  • Luto
  • Problemas conjugais
  • Problemas laborais e desemprego

- Dificuldades de adaptação psicológica à doença e à incapacidade

- Perturbações de Ansiedade

  • AgorafobiaPsicologia Clínica e da Saúde
  • Ansiedade Generalizada
  • Fobias
  • Obsessões/compulsões
  • Perturbação de Stress Pós-Traumático
  • Transtorno de Pânico

- Perturbações de Humor

  • Depressão
  • Perturbação Bipolar

- Perturbações da Personalidade
- Perturbações Sexuais
- Perturbações do Sono

 

Intervenção Cognitiva Comportamental

De acordo com este modelo, existem três níveis de pensamento, o pensamento automático, que é espontâneo e surge a partir da experiência quotidiana, as crenças intermédias, que se apresentam como o segundo nível de pensamento e as crenças centrais, que têm origem na infância e/ou em experiências traumáticas e constituem o nível mais profundo da estrutura cognitiva. Os primeiros aparecem, frequentemente, nas perturbações psicológicas como distorções do tipo: catastrofização (esperar a pior consequência possível), inferência arbitrária (concluir algo na ausência de evidência), supergeneralização (chegar a uma conclusão negativa radical), abstracção selectiva (focar apenas um aspecto da situação), personalização (relacionar eventos externos), leitura mental (assumir que as pessoas estão a reagir negativamente a si quando não há evidências disso) e desqualificação do positivo (insistir que as experiências positivas não contam) As crenças intermédias não estão directamente relacionadas com a experiência, sendo a sua característica o estilo condicional (“se...então...”) ou de dever que reflectem ideias mais elaboradas e profundas e, por isso, mais resistentes à mudança. As crenças centrais são ideias absolutistas, rígidas e globais que o indivíduo tem sobre si, sobre os outros e sobre o mundo.

Intervenção em Terapia Focada nas Emoções

A Terapia Focada nas Emoções é uma forma de terapia humanista, empiricamente suportada, onde as emoções se constituem como fundamentais para o processo terapêutico, contribuindo para um funcionamento adaptado ou inadaptado do sujeito e é, através das emoções, que este é incentivado a mudar (Pos & Greenberg, 2007).

Na Terapia Focada nas Emoções não se pretende mudar nem os comportamentos nem os pensamentos das pessoas mas sim trabalhar directamente no seu estado emocional: mudar emoções com emoções. 

Programação Neurolinguística

A Programação Neurolinguística (ou simplesmente PNL) em suma significa: 'Como as palavras (Linguística) podem atingir a mente (neuro)e produzir uma acção (Programação). É baseada num conjunto de modelos, estratégias e crenças que seus praticantes utilizam visando uma comunicação positiva e eficiente entre as pessoas e consigo mesmo com o objectivo de conquistar a excelência e o desenvolvimento pessoal e profissional. É baseada na ideia de que a mente, o corpo e a linguagem interagem para criar a percepção que cada indivíduo tem do mundo, e tal percepção pode ser alterada pela aplicação de uma variedade de técnicas. A fonte que embasa tais técnicas, chamada de "modelagem", envolve a reprodução cuidadosa dos comportamentos e crenças daqueles que atingiram o "sucesso". - Wikipédia

Coaching

Coaching é um processo definido com um acordo entre o coach (profissional) e o coachee (cliente) para atingir a um objectivo desejado pelo cliente, onde o coach apoia o cliente na busca de realizar o objectivo, ou seja as diversas metas que somadas levam o coachee ao encontro ao seu desejo maior estabelecido dentro do processo de coaching. Isso é feito por meio de reflexões e posterior análise das opções e da identificação e uso das próprias competências, como o aprimoramento e também o adquirir novas competências, além de perceber, reconhecer e superar as crenças limitantes, os pontos de maior fragilidade. - Wikipédia

Hipnose

A hipnose é um estado psicofisiológico induzido ou auto-induzido, caracterizado por uma atenção concentrada e sugestibilidade aumentada, características que se julga estarem associadas a um estado alterado de consciência. 
À utilização deste estado para a apresentação de sugestões directas, visualizações, aprendizagens, recondicionamentos ou outras técnicas que contribuam para o bem-estar emocional e físico, começaram a ser associadas as expressões "hipnose clínica" e "hipnoterapia".

Em muitos casos semelhante a técnicas de meditação, visualização ou imagética, a hipnoterapia é ainda caracterizada por uma interactividade com o sistema de crenças e convicções do indivíduo e por um conjunto de técnicas e dinâmicas adaptáveis à sintomatologia e objectivos dos pacientes.

Duração: 50 minutos aproximadamente

Marcações Online na Clínica Pharol 72 

Caso não se possa deslocar pessoal mente às nossas instalações por viver no estrangeiro ou por qualquer outra razão dispomos também de Apoio Psicológico Online.

Contactos: 914 705 580 / geral@pharol72.com

@Clínica Pharol 72 - Rua Conde Alto Mearim, 133 - 5º Sala 53 - 450-36 Matosinhos

 

adicionar aos favoritos © Pharol 72